Receita na mesa

Confira a receita de um arroz carreteiro de dar água na boca

Veja como preparar essa clássica receita com Fabrízio Fasano Jr. e Gilda Bley

Por Receita na mesa


Na mesa com Fabrizio Fasano Jr.
  • min 45
  • Porções 6
  • Nível Fácil

O arroz carreteiro é um prato delicioso e com uma história super bacana por trás - e o melhor, é super simples de fazer!

Ingredientes
  • 400 g de arroz parboilizado
  • 50 g de banha de porco (ou manteiga)
  • 100 g de bacon em cubos
  • 200 g de calabresa em rodelas
  • 200 g de coxão mole em cubos
  • 200 g de charque dessalgado em cubos
  • 5 dentes de alho amassado
  • 2 unidades de pimenta dedo-de-moça
  • 2 folhas de louro
  • 5 g de páprica doce defumada
  • 1 cebola grande picada
  • 4 xícaras de chá de água fervente
  • Salsinha picada a gosto
  • Cebolinha a gosto
  • Sal a gosto
  • Pimenta-do-reino a gosto
  • Queijo parmesão a gosto
  • 4 ovos caipiras
  • 6 folhas de couve cortadas em tiras
  • 1/2 L de óleo de girassol ou canola


Modo de Preparo

  • Em uma panela, ou frigideira alta, coloque a banha de porco para esquentar.
  • Adicione todas as carnes para começar a dourar.
  • Acrescente a cebola e misture um pouco.
  • Então coloque os alhos e mexa mais um pouco.
  • Acrescente então a pimenta dedo-de-moça e as folhas de louro.
  • Coloque o arroz e misture um pouco antes de adicionar a água e deixe no fogo.
  • Em uma panela com o óleo já quente, coloque punhados de couve picada aos poucos.
  • Coloque a couve frita em um prato com papel-toalha e reserve.
  • Depois que o arroz absorver grande parte da água, adicione salsinha e cebolinha e mexa.
  • Quando o arroz estiver no ponto, coloque o queijo aos poucos e misture.
  • Com o arroz pronto, adicione a páprica, misture um pouco e quebre dois ovos, colocando um de cada lado.
  • Tampe a panela e deixe cozinhar até o ovo ficar pronto.
  • Sirva em um prato, colocando a couve frita por cima.

A grande vantagem do arroz carreteiro é a facilidade com que se faz ele: é só jogar tudo na panela e ser feliz. E tudo, neste caso, é tudo mesmo. A única obrigatoriedade da receita é o arroz, de resto vai o que a barriga pedir e a geladeira tiver.

Risoto de linguiça toscana, feijão branco e vinho tinto

Dicas

Na hora de preparar esse tradicional prato, algumas dicas vão facilitar, e muito, a sua vida. A primeira delas é caprichar na organização, como bem diz a chef Gilda Bley . Como são muitos ingredientes a serem usados no preparo, deixe tudo separadinho e já pronto para o uso antes de começar.

Outro ponto importante é se atentar na ordem que você vai adicionar os itens na panela, pois cada um tem um tempo de cocção diferente. Por exemplo, alho doura muito mais rápido do que cebola, então se você colocar os dentes antes das camadas, você vai ficar com aquele gosto amargo de alho queimado.

via GIPHY

Além disso, uma coisa que confunde muita gente é como fritar comida com o óleo quente. Como o medo de se queimar com as gotas de óleo que poderiam voar na hora de colocar algo na panela é grande, as pessoas jogam de longe. Mas aí que mora o risco - quanto mais de perto você soltar as coisas, menos ela vai espirrar e as chances de você se queimar serão bem menores.

Maminha no alho - veja como fazer essa receita

Dessalgue

Nesta receita de arroz carreteiro, o charque usado é dessalgado antes do preparo do prato propriamente dito. Se você optar por dessalgar a carne na sua casa, você vai precisar de uma panela de pressão.

Com água cobrindo o charque, deixe na panela por 15 minutos. Então, quando a pressão sair, abra ela e coe toda a água, guardando-a para usar mais tarde. Repita o processo mais 3 vezes, sempre trocando e guardando a água.

Se você não tiver como guardar a água dessalgada ou fazer esse processo em casa, é possível usar um molho de carne ou de legumes, desses que você faz em casa ou compra o tablete no mercado, na hora que for usar a água fervente na receita.

via GIPHY

Mas caso você consiga usar o líquido que sobrou do dessalgue, cuidado na hora de temperar o arroz. O excesso de sal pode arruinar o seu prato, então deixe para colocar aquela pitada de sal apenas no final.

Saiba como preparar um delicioso salmão recheado

Curiosidades

Esse tradicional prato é uma receita típica que surgiu no Rio Grande do Sul. Na época, os carreteiros (por isso o nome) que atravessavam o sul do Brasil, transportando cargas em carretas puxadas por bois, cozinhavam em uma panela de ferro uma mistura de guizado de carne de sol com arroz.

Como na época o único jeito de conservar a carne sem estragar, já que não existiam geladeiras, era com o uso de sal, o uso do charque, ou da carne seca ou de sol, era muito comum. Assim, os carreteiros tinham que dar um jeito de dar sabor à receita com o que tinham - o que não era muito, já que poucos alimentos aguentavam o tranco das longas viagens.

Bolinho de chuva recheado com brigadeiro

Com o passar do tempo, o arroz carreteiro foi ganhando destaque e espaço nas mesas de família do Brasil inteiro, principalmente por ser um coringa. A receita pode ser feita com qualquer tipo de carne, das mais nobres às sobras do churrasco de domingo, que o resultado será sempre delicioso!