Receita na mesa

Aprenda a fazer um shimeji de dar água na boca

Esse tipo de cogumelo está muito presente na culinária oriental

Por Receita na mesa

  • min 35
  • Porções 2
  • Nível Fácil

O Shimeji é um tipo de cogumelo que, além de muito saboroso, é extremamente nutritivo, sendo uma fonte de proteínas. Por esse motivo passou a ser muito procurado pelas pessoas que se tornaram vegetarianas ou veganas. Existem diferentes formas de cozinhar esse prato, uma delas se chama "papillote", quando o shimeji é enrolado num papel alumínio no momento da cocção.

Ingredientes
  • 2 colheres (sopa) de molho de soja
  • 250 g de shimeji
  • A gosto: manteiga e temperos (cebolinha, sal)
  • 1 pedaço de papel alumínio


Modo de Preparo

  • Unte o papel alumínio com manteiga, coloque o shimeji e distribua pequenas porções de manteiga em sua extensão.
  • Dobre levemente o papel (formando uma barreira) e coloque as colheres de molho de soja.
  • Feche bem e reserve.
  • Em uma forma, coloque o shimeji enrolado e leve ao forno, pré-aquecido, por cerca de 30 minutos.
  • Retire do forno, desenrole e sirva.


Você sabia?

- Já foi comprovado que o shimeji pode influenciar na cura de algumas doenças. Por isso cientistas da Universidade de Osaka, no Japão, consideraram o alimento como fundamental na nutrição funcional. Entre os benefícios está a prevenção de gripes, câncer e colesterol (por afinar o sangue).

- Para quem faz dieta essa é uma ótima opção. Esse cogumelo possui aminoácidos que ajuda no funcionamento do metabolismo e ainda trazem uma sensação de saciedade maior. 

+ Aprenda a prepararum delicioso tofu frito com carne moída

- O alimento está presente com muita frequência no cardápio dos vegetarianos e veganos, já que é capaz de suprir boa parte da deficiência de proteínas. 

- Existem dois tipos de shimeji: o branco e o preto. O que vai diferenciar um do outro é a forma de cultivo e a cor. 

- Os primeiros a cultivarem o shimeji foram os orientais. Por esse motivo o ingrediente está mais presente nas culinárias japonesa e chinesa. Com a globalização, o mundo inteiro conheceu essa delícia e ela acabou se popularizando. No Brasil, por não ter uma produção numerosa, ainda é uma opção cara e por isso não tão consumida. Mas é fato, cada vez mais pessoas gostam e procuram por esse alimento.