Receita na mesa

Aprenda a fazer um delicioso capuccino caseiro

A bebida é muito apreciada até por pessoas que não gostam muito de café

Por Receita na mesa

  • min 15
  • Porções 1
  • Nível Fácil

Sabe quando você está morrendo de sono durante o dia mas não toma café porque não gosta? Fazer um capuccino caseiro pode ser uma ótima saída. O acréscimo de ingredientes como leite e chocolate quebram o gosto forte do café e deixam o líquido mais suave, mas a cafeína se mantém e pode te ajudar a dar aquela despertada.

Ingredientes
  • 50 g de café solúvel
  • 300 g de leite em pó
  • 4 colheres (sopa) de chocolate em pó
  • 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
  • A gosto: canela em pó e açúcar
  • 400 ml de água quente


Modo de Preparo

  • Em um liquidificador bata o café solúvel até que o pó fique bem fininho.
  • Acrescente o leite em pó, o bicarbonato, a canela e o açúcar (se quiser) e bata tudo até que fique homogêneo.
  • Jogue água quente, bata mais um pouquinho. Sirva em seguida!


Você sabia?

- O capuccino é de origem italiana e acredita-se que ele foi criado pelo monge Marco D’Aviano. Isso explica também o nome: "capuccio" significa capuz, uma alusão as vestimentas dos monges franciscanos da época, e "ino" seria um diminutivo. Dessa forma o significado do nome da bebida é "capuz pequeno". 

+ Aprenda a fazer um chocolate quente e cremoso

- Mas, o capuccino caseiro que bebemos no Brasil é bem diferente do que surgiu na Itália. O tradicional e primogênito era feito apenas de café coado, leite e espuma do leite. O de hoje em dia recebeu incrementos como chocolate em pó, canela e, algumas vezes, até chantilly. 

- Na Itália a bebida é conumida, geralmente, na parte da manhã, junto com o café da manhã. Nos outros países do mundo o costume é tomar durante a tarde. 

+ Deu vontade de comer canjica doce? Faça em casa!

- O item liquido para misturar o pó do capucciono caseiro pode ser água ou leite quente. O mais importante para o resultado final é a temperatura do solvente, que deve estar quase no ponto de ebulição. Só assim se alcança a cremosidade tão característica da bebida.