Receita na mesa

Deu vontade de comer canjica doce? Faça em casa!

Você não precisa esperar a época de festa junina chegar para comer essa delícia

Por Receita na mesa

  • min 600
  • Porções 10
  • Nível Fácil

A canjica doce é um prato tipicamente brasileiro feito a base de milho, leite, açúcar, amendoim, leite de coco e canela. A maioria das pessoas espera a época das festas juninas (essa sobremesa é tradicional das comemorações de São João) chegar para se deliciar, mas a receita é muito boa para comer em apenas uma época do ano. Aprenda a fazer em casa!

Ingredientes
  • 700 g de milho para canjica
  • 1 lata de leite condensado
  • 1,5 litro de água
  • 500 ml de leite de coco
  • 1 litro de leite integral
  • 10 paus de canela (para enfeitar)
  • 1/2 colher (chá) de canela em pó
  • 8 unidades de cravos-da-índia
  • 1 colher (sopa) de açúcar


Modo de Preparo

  • Lave bem o milho para canjica e deixe de molho no 1,5 de água de um dia para o outro ou por cerca de 12h.
  • Após esse tempo cozinhe o milho na mesma água por cerca de 50 minutos.
  • Quando você perceber que o milho está bem molinho acrescente o leite condensado, o leite de coco e o leite integral. Misture e deixe cozinhar por uns 2 minutos.
  • Coloque então a canela em pó, os cravos-da-china e o açúcar. Espere ferver.
  • Depois da ebulição, cozinhe em fogo baixo por cerca de 10 minutos ou até que o caldo engrosse.
  • Quando atingir o ponto desejado desligue o fogo. Coloque as porções em tigelas e sirva!

Você sabia?

- O termo canjica pode denominar dois tipos de pratos feitos com milho verde. O mingau de milho é chamado desse forma na região nordeste do país, mas em outras localidades é conhecido por curau. Outro prato é o da receita acima, que no nordeste é conhecido por munguzá. 

+ Faça pudim de pão no liquidificador

- Mesmo sendo um doce e possuindo muitos ingredientes com altas calorias a canjica doce pode ser considerada um prato nutritivo. Isso porque diferentes vitaminas podem ser encontradas no prato, entre elas estão a B1, B2, B3, B5 e B6. Além disso também há presença de fibras, proteínas, ferro, zinco e fósforo. 

- Não se sabe ao certo da onde veio a canjica, mas estudiosos acreditam que ela seja proveniente da África ou da Ásia. O nome do prato pode ter variado da palavra Kandjica, do africano quimbundo (Angola), mas também existe a possibilidade de ter derivado do idioma asiático malaiala (Malabar).